quais petiscos combinam com o vinho

03.02.2017 • Festas

Quais petiscos combinam com vinho?

Um bom vinho para tomar com a família, amigos ou para receber seus convidados pede acompanhamentos adequados. Mas não pense que pode servir para suas visitas quaisquer tipos de petiscos! Você precisa harmonizá-los com o vinho escolhido para ocasião.

Queijos, frutos do mar, embutidos, carnes… Nem sempre esses petiscos combinam com os tipos de vinhos disponíveis. Por isso, a seguir, vamos explicar quais aperitivos casam melhor com cada opção dessa bebida tão apreciada no mundo todo. Confira:

Petiscos para combinar com vinho tinto

O vinho tinto é um dos preferidos para consumo, de um lado pelo seu sabor mais encorpado, de outro devido a sua versatilidade, uma vez que combina com diversos tipos de petiscos, como queijos, carnes frias, vermelhas, grelhadas, e embutidos variados.

Os tipos de vinho mais leves e jovens, de safras de até cinco anos, acompanham bem os queijos mais suaves, como emmenthal, gruyère e mussarela. Já os tintos entre jovem e médio corpo, com mais de cinco anos de safra, casam bem com queijo macios, não muito curados, como brie, camembert e gouda. Os mais encorpados ou maduros, com mais de dez anos, vão bem com queijos azuis, como gorgonzola, roquefort, stilton, parmesão e pecorino.

Os vinhos tintos também combinam com embutidos variados, como presunto parma, chouriço e salame, carnes vermelhas ou grelhadas. A regra é simples: quanto mais forte o molho, mais encorpado deve ser o vinho. Tintos também harmonizam com carnes frias, como carpaccio e rosbife.

Petiscos para harmonizar com vinho branco

O vinho branco leve pede por queijos frescos de massa mole, como minas, ricota ou queijo de cabra, e cremosos, como a mussarela de búfala. Um branco maduro vê nos queijos provolone, brie e camembert bons acompanhantes, enquanto os brancos mais doces fazem um contraste excelente com queijos de sabores fortes e encorpados, do tipo azuis.

Contudo, o melhor casamento para o vinho branco são os petiscos a base de peixes e frutos do mar, como bolinho de bacalhau, camarões ao alho e óleo e lula à dorê, por exemplo. Apesar de ser uma combinação controversa, o sashimi também merece ser lembrado.

Petiscos para casar com espumantes

Os vinhos espumantes, mais ácidos e frescos, conciliam seu sabor com petiscos gordurosos, como salgadinhos, batatas fritas, anéis de cebola, torresminho, entre outras porções dignas de boteco, mas que podem ser feitas em casa.

A mesma relação serve para os queijos mais fortes, ditos azuis. Além disso, os espumantes também combinam com frutos do mar, carnes brancas e de caça, como pato, além das sobremesas.

Agora que você já sabe harmonizar vinhos com os mais variados petiscos, nunca se esqueça das seguintes regras: vinhos leves combinam com petiscos leves, enquanto pratos ácidos pedem vinhos frescos, e alimentos gordurosos acompanham perfeitamente vinhos encorpados, potentes e com bastante acidez.

Escolha seu vinho preferido, prepare os petiscos da noite e chame os amigos e a família para celebrar uma noite agradável e divertida. Mas não se esqueça de contar para gente quais foram suas combinações, ok? Deixe seu comentário com os vinhos e petiscos escolhidos! Até a próxima e bom divertimento!

Deixe seu comentário!