07.07.2017 • Inspirações

Conheça os tipos de grãos de café e saiba como prepará-los

Há quem não comece o dia sem uma xícara de café. O cheiro, o gosto, a preparação… tantos detalhes especiais que fazem desta a segunda bebida mais consumida pelos brasileiros (perdendo apenas para a água).

Você é um desses apreciadores e quer aperfeiçoar sua técnica para fazer o cafezinho perfeito? Leia nosso artigo, conheça os tipos de grãos de café e aprenda como prepará-los!

Quais os tipos de grãos de café existentes?

A semente do cafeeiro começou sua história como bebida no século X na Arábia. Aos poucos tomou conta do Oriente Médio, Europa, até chegar ao Brasil no século XVII. Hoje é sucesso mundial.

São dois os tipos de grãos de café usados para produzir a bebida: Arábica (Coffea arabica) e Robusta (Coffea canephora). Os dois apresentam diversas variedades que, por sua vez, criam misturas especiais.

Confira abaixo informações sobre os tipos, principais variedades e usos:

Arábica

Responsável por 70% do comércio mundial. É mais apreciado por ser adocicado e ácido (em comparação com o Robusta), e por ter menos cafeína. Dependendo do solo, altitude e cultivo, apresenta variações que resultam em alterações no sabor final.

O café feito do puro Arábica são considerados gourmet. São mais caros que os blends e rotulados com padrão de excelência.

  • Acaiá

Suave e frutado, pode ser harmonizado como Bourbon para um sabor mais intenso. Tem sabor achocolatado e acidez média.

  • Bourbon (Fava)

Indicado para quem gosta de sabor mais adocicado e acidez média, tem aroma forte que lembra caramelo. Bastante comum em países estrangeiros.

  • Catuaí

Possui acidez moderada e é bastante adocicado. Tem produção brasileira acima de 1000 metros de altitude.

  • Kona

Produzido no Havaí (principalmente próximo aos vulcões Hualalai e Mauna Loa), o Kona é considerado por muitos o melhor café gourmet do mundo. Ele tem duas subdivisões de acordo com o tipo de semente. O Tipo I tem o grão com duas sementes e o Tipo 2, apenas uma.

Robusta

Usado para a produção de café instantâneo, o Robusta é mais amargo e forte por conter maior quantidade de cafeína. Como o nome já diz, suas plantas são mais robustas e resistentes a pragas. Desse modo, é um tipo de café mais econômico para cultivo.

Como preparar?

Agora que você já conheceu os principais tipos de grãos de café, chegou a parte divertida. Seja para começar o dia, receber os amigos ou simplesmente para dar uma pausa na rotina, que tal incluir uma boa receita com a bebida a sua refeição?

Espresso

Forte, cremoso e aromático, é considerado a melhor forma de apreciar as nuances da bebida. O preparo é quase ritualístico: água a 90º C e pressão de 9kg por 30 segundos.

Cafezinho

O tradicional cafezinho é preparado na cafeteira com coador de papel ou pano, adicionando água quente (não fervente) sobre o pó. Na cultura brasileira é comum adicionar leite para criar o famoso café com leite (pingado ou média).

Moka

A Moka é preparado na cafeteira italiana e muito comum na Europa. Para usar a moka é bem simples: basta colocar água na parte inferior da cafeteira, colocar pó no filtro e fechar a parte superior com firmeza. O resultado é próximo ao do Espresso.

Gostou de conhecer os tipos de grão de café e algumas formas de preparar essa delícia? Aproveite para conhecer todos os modelos de cafeteirajogos de xícarasaparelhos e organizadores para café disponíveis na loja virtual da Cristalle!

Deixe seu comentário!