31.08.2017 • Inspirações

Tampa de rosca ou rolha? Confira qual é melhor para o vinho

Quem não gosta de tomar um bom vinho no frio? Além de saborosa, a bebida harmoniza com vários pratos e pode ser a chave de um jantar aconchegante com a família. Entre as muitas opções de uvas, garrafas e modos de preparo, os vinhos também são divididos de acordo com a sua embalagem: a forma como são tampados, o rótulo, a cor…

Se você já se deparou com a tampa de rosca em vez da tradicional rolha, muito provavelmente deve ter se perguntado qual delas conservaria melhor o líquido. Caso se interesse pelo assunto ou tenha curiosidade, continue lendo o post que fizemos para sanar essa dúvida de uma vez por todas!

Por que tampar o vinho?

Imagine a seguinte situação: você recebe os amigos, o fondue está pronto e, na hora de abrir aquele vinho que estava guardado para uma ocasião especial, ele está com uma textura e um gosto estranhos. Por que isso acontece?

O jeito como os vinhos são tampados exerce grande influência na sua forma de conservação, podendo causar alterações em seu aroma e sabor. Conservá-lo de maneira inadequada tende a ser prejudicial.

É por isso que o fechamento é uma etapa tão importante do processo de fabricação. Além disso, ele está ligado à identidade do produto, associando-se aos seus traços mais marcantes.

Tampa de rosca ou rolha de cortiça: qual é melhor?

Esse questionamento coloca frente a frente a tradição e a modernidade. Afinal, as rolhas de cortiça representam aquilo que há de mais charmoso na história vinícola.

Por um outro lado, as tampas de rosca, também conhecidas como screwcap, dispõem de uma tecnologia mais sofisticada, que se alinha às necessidades atuais e ao jeito que vivemos na contemporaneidade.

Sendo assim, preparamos uma lista de prós e contras para cada um dos itens. Veja:

Rolha

Vantagens:

  • possibilita uma micro-oxigenação benéfica para os vinhos de longa guarda;
  • seu charme e elegância na hora de abrir são absolutamente tradicionais.

Desvantagens:

  • é mais cara de ser produzida;
  • exige a guarda na horizontal, pois o armazenamento na vertical pode prejudicar demais o sabor;
  • requer um saca-rolha, o que dificulta muito a realização de sua abertura.

Tampa de rosca

Vantagens:

  • é bem mais prática;
  • tem uma boa vedação;
  • é ideal para vinhos mais jovens;
  • tem um baixo custo de produção.

Desvantagens:

  • não apresenta a mesma beleza;
  • pode deixar um odor desagradável.

Tampa de rosca é inferior?

De forma bastante resumida: não. Durante muitos anos criou-se o mito de que as screwcaps não se aproximavam nem um pouco das rolhas. No entanto, essa premissa não é verdadeira.

Como visto nos tópicos acima, elas se encaixam perfeitamente com os vinhos jovens, que são concebidos para um consumo mais rápido — ou seja, aqueles que não devem permanecer guardados por mais de 3 anos.

Dessa forma, pode-se concluir que um vinho fechado com tampa de rosca não é inferior àquele que é tampado com cortiça. Aliás, vale frisar que a qualidade está muito mais relacionada à uva e ao preparo.

Quer ficar por dentro de outras dicas e curiosidades como essas? Então siga a Cristalle no Facebook!

Deixe seu comentário!